Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

.: *♥*´¯`*.¸¸.*´¯`* Blog da Dri *´¯`*.¸¸.*´¯`*♥* :.






>

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =


Watashi!



Adriana Tomimoto
casada a 13 anos com José Luiz
filhos Luan de 7 anos
Danielle de 24 anos
Victor Hugo de 22 anos
Moro em Akashi-Japão
Gosto muito de fusar no PSP de viajar na net,assistir filmes, ler livros e escutar musica,fazer artesanato e croche ,gosto muito de conhecer novos lugares tbm.
Não gosto nem de mentira,muito menos de falsidade
Sou uma pessoa de genio forte,portanto muito dificil de levar
sou do tipo ama-me ou odeia-me.
Sou muito justa e muito sincera,o que se transforma em defeito.
Sou do signo de Sagitario,nascida em novembro no dia 27 do ano de 1968
Sou uma pessoa otimista,apesar das adversidades da vida.
Sou portadora de EM,pra quem não sabe,Esclerose Multipla é uma doença degenerativa do sistema nervoso central,o que muitas vezes por causa das dores e das dificuldades impostas pelo avanço da doença me deixa triste e depressiva.
Odeio ter que tomar injeções de interferon,mas faço por mim e pelos que me amam.
Tento me alegrar nos grupos que faço parte e agora fazendo blog,que é minha mais nova paixão.
Amo meu marido que é meu porto seguro é ele que aguenta minhas crises é meu heroi,meus filhos e minha Mãe,que pra mim é uma Santa que desceu na terra.
Falo Japones e portugues.
Adoro cantar,temos uma banda aqui no qual eu sou a vocalista,meu marido é o baixista, e meus compadres tocam guitarra e nossa banda se chama Sem Patria.
Adoro musica e é Rock sempre.


.:::: lugares que já visitei no Japão ::::.



.:::: Daigoji ::::.



.:::: Ninnaji ::::.



.:::: Kinkakuji ::::.



.:::: Kobe ::::.



.:::: Castelo de Himeji ::::.



.:::: Litle China Town em Kobe ::::.





by ¤ Adri ¤..®

.:::: Troquinha Aniversariante de Novembro ::::.



Photobucket

.:::: Ja inscritas ::::.
eu
Dora
Sandrinha
Ana Lubinta
Lena
Claudia
Sonia
Carla
Marta
Joana
Anabela

by ¤ Adri ¤..®

.:::: Comente ::::.


by ¤ Adri ¤..®


.:::: Link-me ::::.

linke-me



.:::: Awards ::::.

award



by ¤ Adri ¤..®
Photobucket
.::::A minha madrinha de blog::::.

Carla Valente
by ¤ Adri ¤..®
troquinha
.::::Troquinhas entre no link abaixo para conhecer::::.

Troquinhas e Dados para faze-las nesta outra pagina
by ¤ Adri ¤..®

.::::link das minhas amigas de troquinha::::.



Dora (amiga do coração)
Sonia
Ana
Helena
São
Carla
Ana Mafalda
Carmo
Diana
Claudia
Daniela
Club das troquinhas
Ticha
Marta
Suelen
Sissi
Lurdes
Alexa
Faty
Sandrinha
Anabela



by ¤ Adri ¤..®
velinha da Dora Velinha que minha querida amiga Dora acendeu para minha melhora e muitas outras amigas tbm acenderam.obrigada a todos pela imensa demonstracao de carinho.
by ¤ Adri ¤..®





by ¤ Adri ¤..®


by ¤ Adri ¤..®

.:::: Jikan ::::.


by ¤ Adri ¤..®

.:::: hinichi ::::.






by ¤ Adri ¤..®

.::::files::::.



by ¤ Adri ¤..®

.:::: Ongaku ::::.

MORRISSEY lyrics

by ¤ Adri ¤..®

.:::: News ::::.


.::::Campanhas e Concursos::::.


Photobucket


by ¤ Adri ¤..®

.::::Tomodachi::::.




by ¤ Adri ¤..®

.::::Awards e Premios que ganhei::::.





.:::: HTML por ::::.


.:::: Design by Adriana Tomimoto Copyright© 2006 by Adriana Tomimoto® Todos os direitos reservados. ::::.


.::::Blogando desde 17/02/2006::::.
Image provided by MySpaceRocks.com
Free Image Hosting
Image provided by MySpaceRocks.com
Free Image Hosting
carteirinha de socia Prizee: Juegos Gratis y Regalos!

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =


Que bom vc estar aqui!Estava esperando sua visita!Não esqueça de me deixar um recadinho e visitar a pagina de troquinhas!


Blogagem Coletiva-Desmatamento e Animais em Extinção

Não sei se todos os Blogs estão cientes da blogagem coletiva.
Tive acesso a esta informação atravez do blog do amigo Sergio do Blog Hitória e Cotidiano,que diga-se de passagem é de um conteudo maravilhoso e se vc gosta de estar bem informado não deixe de passar por lá e conhecer.

Desmatamento

O Ministério do Meio Ambiente, com o apoio de parte da grande imprensa, vinha capitalizando a redução do desmatamento amazônico desde o segundo ano do governo Lula. Dos mais de 20 mil km² dizimados por ano entre 2003 e 2004, chegamos a pouco mais de 11 mil km² entre meados de 2006 e 2007. Segundo a versão que a ex-ministra Marina Silva vinha divulgando pelo mundo, aproveitando-se de sua imagem de "representante dos povos da floresta", a queda era resultado da "ação enérgica" do governo e da fiscalização mais eficaz. Mas sabíamos desde então que a redução se dera principalmente como resultado da queda nos preços de alguns produtos do agronegócio naquele período, o que reduziu o incentivo a novos desmatamentos.
Tudo ia muito bem com esta versão até agora, quando, no final de janeiro, dados mais recentes divulgados pelo Inpe apontaram um crescimento expressivo nos desmatamentos, justamente quando o agronegócio vive um momento de recuperação.
Como não podia deixar de ser, houve confusão e corre-corre no governo, acompanhados por uma enxurrada de bobagens e declarações infelizes. A grande imprensa deliciou-se com as bobagens ditas por todos os lados, com destaque para o presidente Lula, Marina Silva e para o governador do Mato Grosso, que geraram manchetes vendedoras de jornais e revistas por algumas semanas. Esse é o resumo da história. Mas alto lá. Tente imaginar o que significa o desmatamento de área equivalente a quatro mil campos oficiais de futebol por dia. Foi este grau de desmatamento que o governo e a imprensa comemoraram entre 2004 e 2006.
Procure visualizar a imensa quantidade de árvores destruídas a cada 24 horas. E não são apenas árvores centenárias, gigantescas, que chegam a 50 metros de altura. Além destas, outras árvores menores, arbustos, ervas, bromélias, orquídeas, trepadeiras, também foram destruídas. Incontáveis tipos de vegetais, que servem de alimento e abrigo para animais dos mais variados tipos, de minúsculos insetos até a enorme anta. Tudo destruído, convertido em fumaça que contribui para o efeito estufa. Aniquilados, por vezes, pela ação de motosserras e espingardas e, outras,com o simples uso do fogo, que tem o poder de devastar áreas imensas.
Pensem nos ninhos queimados, nos animais menos velozes imolados pelo fogo todos os dias e em outros tantos, expulsos pela destruição.
Há o que se comemorar com este número?
Se a sua resposta for não, você está indo contra a opinião dos políticos, da imprensa e até mesmo de alguns ambientalistas que dão respaldo à ação do Ministério do Meio Ambiente. Percebam que a crise atual não foi causada pelo desmatamento em si. Sua origem está especificamente no aumento da destruição de quatro para o equivalente a seis mil campos de futebol por dia. Se os dados
indicassem a manutenção dos quatro ou até a redução para três mil campos de futebol por dia estaria tudo bem. Não quero aprofundar-me nos patéticos papéis desempenhados pelos atores envolvidos no episódio, até porque os veículos de comunicação já se encarregaram de ajudar a desviar a discussão do seu verdadeiro foco e de escancarar o pobre jogo político disputado entre políticos, ruralistas e alguns representantes de ONGs ambientalistas. Com a teatralização das declarações de lado a lado - estilo novela ou Big Brother -, a grande imprensa faz o tal do jornalismo declarativo, pobre e fácil de produzir, o estilo revista de fofoca de noticiar. Assim, fica-se dando mais destaque às briguinhas dos políticos (que se pegaram publicamente em diversas oportunidades) e ambientalistas do que ao problema da devastação em si.
Ninguém questiona as grandes obras de infra-estrutura planejadas para a região amazônica ou o nosso modelo de crescimento ancorado no agronegócio exportador. Não se discute a fundo a loucura representada pela perda de milhares de quilômetros quadrados de mata por ano.
Ninguém busca as verdadeiras razões nem se debate seriamente sobre como lutar contra isso. Seria o papel de uma mídia decente e atuante, em sua obrigação e função primordial de ajudar a melhorar a sociedade, não escarafunchar joguinhos políticos de baixo nível. Também prefiro não focar a análise em Lula ou Maggi por outra razão: quando apontamos suas falhas na condução da questão reforçamos a idéia errônea e perigosa de que eles seriam "os grandes culpados" pelos problemas.
Os políticos têm culpa, sim. Mas não vai ser somente apontando culpados individualmente que vamos sair da maior crise da história da humanidade. Mais que grandes culpados, os políticos são canais de materialização de forças dominantes presentes na sociedade como um todo. Lulas e Marinas não são super-heróis capazes de mudar com papel e caneta os rumos da humanidade. Nem Blairo Maggi é supervilão. Os vilões somos todos nós, e a solução depende de uma tarefa conjunta que vai muito além de votar neste ou naquele candidato. Em uma analogia, os desmatadores seriam a mão que comete o crime, os governantes os músculos que podem deter ou acelerar as ações desta mão e a sociedade, como um todo, o cérebro que comanda tudo, mas que quase nunca tem consciência das conseqüências das ordens que dá ao restante do corpo.
Os personagens representados por Maggi, o político poderoso, sojicultor milionário e falastrão, e Lula, o presidente que traiu as causas ecológicas quando chegou ao poder, acabam facilmente escolhidos para explicar tudo e expiar todas as nossas culpas. É, da mesma forma, confortável dizer que Kyoto não evoluiu por causa do Bush, quando sabemos que a verdade não é essa. Acredito que as emissões globais de carbono, especialmente aquelas dos países ricos, não teriam caído significativamente com a assinatura de Bush. Eu não acho que estaríamos reduzindo a produção de bens de consumo nem reduzindo a demanda por energia, a única forma de enfrentar a questão, se os EUA tivessem aderido ao protocolo nos anos 90.
O que fica disso tudo é que as florestas da Amazônia vão desaparecer quase que em sua totalidade. Ao fim deste século restarão os parques e reservas, e talvez muitos deles nem sobrevivam, a julgar pelas pesquisas que apontam as graves conseqüências climáticas do desmatamento, como a redução no regime de chuvas em boa parte da bacia amazônica (sobretudo no sul e leste). É lugar comum a afirmação (e, mais ainda, o pensamento não expressado publicamente) de que desmatamento zero é utopia. Aceitar essa idéia equivale a afirmar com todas as letras que as florestas tropicais vão ficar completamente desfiguradas ou desaparecer completamente nas próximas décadas. Até porque o desmatamento zero vai chegar mais dia ou menos dia. Nem que seja quando não existirem mais árvores para se derrubar.
Por: Danilo Pretti Di Giorgi, jornalista
Fonte: Corrêio da Cidadania
fonte 2:

Animais em Extinção



Da América à Ásia, de Norte a Sul, o tráfico ilegal de animais vivos, floresce. O mercado consumidor são os colecionadores privados, laboratórios de pesquisa, lojas de animais, zoológicos, circos e até curandeiros da Ásia. É o terceiro maior negócio em contrabando depois de drogas e armas. Os traficantes combinam ingenuidade com desumanidade nos métodos de disfarce da bagagem/animal. A maioria dos especialistas em desvendar o tráfico animal concorda que a melhor estratégia é conscientizar os compradores e não os vendedores (pois este tráfico é extremamente lucrativo para eles).



Situação Mundial


Cientistas do Plano das Nações Unidas para o Meio Ambiente calculam que existam entre 10 e 100 milhões de espécies de seres vivos no planeta. Hoje, somente 1,4 milhões são conhecidos e 25% estão ameaçados de extinção. Todo dia, no mundo inteiro, desaparecem quase trezentas espécies animais e vegetais devido à destruição de seus habitats. O Brasil é um dos países com o maior nível de biodiversidade do planeta. Infelizmente, vários fatores têm contribuído para a destruição de grandes áreas dos ecossistemas mais ricos do país: Amazônia, Pantanal, Mata Atlântica e Cerrado. Dentre as atividades que ameaçam estes ecossistemas estão a agricultura e pecuária, a extração de madeira, a mineração e a indústria poluente. Em 1990 o IBAMA compilou uma lista de animais em extinção no Brasil. A maioria das espécies é oriunda da Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal. Entre eles estão: 57 mamíferos, 108 aves, 9 répteis e 32 invertebrados.

fonte





As fotos dos animais que enfeitam esta pagina são brasileiros que estão na lista de extinção e se nós não fizermos nada,muito provavelmente nossos netos só conheceram eles assim...por fotos.
Vamos aproveitar que este ano vamos ter que votar e votemos em vereadores,deputados,senadores,prefeitos,governadores,presidente,mas vamos votar conciente,sabendo a quem estamos depositando nossa confiança para depois se ele estando lá e não correspondendo a nossa expectativa possamos tira-lo do poder que nós mesmos atribuimos a ele,é assim que funciona não tem competencia não se estabelece.
Pense...........


rabiscado pela Dri
Seu recadinho...aqui:
ou aqui:Comments:
= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = =


links to this post